quarta-feira, 9 de setembro de 2009

O lado positivo

Se há um lado positivo de ainda não ter ficado colocada é, certamente, a possibilidade de prestar mias atenção ao meu pequeno e até a mim própria (porque não!).
O Tomás não tem ido para o infantário, temos optado por prolongar as férias e retardar a ida para a escola por causa da gripe A. A melhor medida a tomar é prevenir o contágio e enquanto nos for possível vai ficar por casa. Claro que também penso que terá de fazer novamente a adaptação à escola, afinal passou um mês e meio sem esse tipo de rotinas. Também mudou de sala, de educadora, de auxiliares, o que considero muito negativo e que mencionarei na reunião de pais, pois este tipo de mudanças com miúdos tão pequenos não é nada favorável. Já criaram laços, precisam da segurança de caras familiares, vai ser começar tudo do zero novamente. Prática da casa, foi o que me disseram, mas não dar continuidade pedagógica parece-me ilógico. Enfim...ontem liguei para lá e até agora não tiveram nenhum caso e disseram que falariam da gripe A aquando da reunião. A ver vamos!
Como não tem ido à escola, temos aproveitado para brincar com ele. Ontem de manhã fomos a um parque natura e não há nada melhor do que ir durante a semana a sítios desta natureza. Estava um silêncio quase mágico, nem parecia que estávamos a um minuto da parafernália da cidade, até cheirava a aldeia. O calor é que estragou tudo, estava uma bafa que não se aguentava! O Tomás fartou-se de andar de triciclo, de dar comida aos peixinhos e até andou de baloiço com o pai. Mais um belo momento a três.
Esta manhã foi reservada para brincarmos com legos e não é que o petiz aprende depressa?! Começou logo a encaixar as peças, foi tão giro!!! Nós babamos com qualquer coisa e por tudo e por nada, não é verdade?
E é na companhia deste princípe nórdico que a mamã tem tentado colmatar o stress e esquecer os problemas, até porque as tristezas de nada adiantam. Há que manter o espírito positivo. Ainda vou sentir muitas saudades destes dias! Nem quero pensar que em breve terei de o ir levar à escola e ficar londe dele durante muitas horas.